Covid-19

COVID-19

Covid-19

VACINAÇÃO
COVID-19

Covid-19

TELESAÚDE
EMERGÊNCIA
COVID-19

PREFEITA RECEBE EQUIPE DE TRANSIÇÃO

Quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Última Modificação: 16/12/2020 15:27:32 | Visualizada 1416 vezes


Ouvir matéria

A prefeita de Roncador, Dra. Marília, recebeu na manhã de ontem (15), a equipe de transição do governo municipal que estará à frente do Executivo nos próximos quatro anos.

Coordenada pelo prefeito eleito Vivaldo Lessa, a equipe conta com a participação dos empresários Alexsander Furtado e Eurico Machado, além da professora Sirley Marcelino e os coordenadores de campanha Sidnei Karas e Valdomiro Ranchuk.

 

Durante o encontro, a prefeita ressaltou a importância de repassar todas as informações de cada secretaria para a nova administração. “Vamos permitir uma transição responsável e transparente para garantir o bom andamento dos trabalhos da próxima administração”, enfatizou.

A prefeita destacou ainda que, todas as informações repassadas serão documentadas para que a equipe de transição possa agilizar o trabalho devido ao pouco tempo que resta.

 

O prefeito eleito elogiou a equipe da atual gestão e enfatizou que a escolha da nova equipe gestora será bem planejada, “sempre pensando no melhor para a coletividade”.

 

A equipe de transição é composta por uma comissão mista formada por representantes  do prefeito eleito e também por representantes da atual gestora como a técnica jurídica Roberta Barco, diretor de contabilidade João Istschuk Sobrinho, diretora financeira Irene Iurkiw e secretárias municipais Rosângela Santos (Secretaria Municipal de Educação), Simone Aparecida Santos (Secretaria Municipal de Saúde) e Rose Mari Maybuk (Secretaria Municipal de Assistência Social).

 

A transição de mandato é um processo institucionalizado de passagem do comando político-administrativo de um governante para outro em decorrência das eleições.

Entre os principais objetivos deste processo está a necessidade de assegurar o recebimento de informações e documentos necessários ao exercício da função pública e a implementação de uma nova gestão. Além de fornecer aos novos gestores um panorama da situação financeira, fiscal e administrativa do ente que será gerido, bem como garantir a continuidade de projetos, ações e serviços públicos essenciais e de grande interesse público.

 

 

Fonte: Assessoria / Suppiê Ferreira

 Galeria de Fotos

 Veja Também